Quinta, 20/09/18

Informações Técnicas / Cores de Segurança e Sinalização

Breve Introdução

Segundo determinação da ABNT através das normas NBR 7195 (Junho/95) e NBR 6493 (Outubro de 94), as cores são essenciais para sinalização no ambiente de trabalho, porque previnem acidentes ao identificar equipamentos de segurança, delimitar áreas e identificar tubulações de líquidos e gases, advertindo contra riscos.

As tubulações devem receber a aplicações de cores em toda a sua extensão e também nos acessórios a fim de identificar o produto e evitar acidentes.

Caso exista a necessidade de identificação mais detalhada (concentração, temperatura, pressões, pureza, etc..) identificar-se-á por faixas em cores contrastantes. No entanto, a utilização das cores não dispensa o emprego de outras formas de prevenção de acidentes.

O seu uso, por sua vez, deverá ser o mais reduzido possível, a fim de não ocasionar distração, confusão e fadiga ao trabalhador.

Vermelho

Utilizado basicamente em equipamentos de proteção e combate a incêndios como caixas de alarme de incêndio, hidrantes, bombas de incêndio, sirenes de alarmes, caixas com cobertores, extintores (localizações e indicações), localização de mangueiras, baldes de areia ou água, tubulações/válvulas/hastes do sistema de aspersão de água, transporte com equipamentos de combate a incêndios, rede dos “sprinklers”; mangueiras de acetileno, etc.

Em casos excepcionais, pode ser usado nas luzes a serem colocadas em barricadas, tapumes de construção e quaisquer outras obstruções temporárias e em botões interruptores de circuitos elétricos para paradas de emergência.

Amarelo

Usado em canalizações para indicar gases não liquefeitos, para indicar cautela em partes baixas de escadas móveis, corrimões, parapeitos, pisos e partes inferiores de escadas que apresentem riscos, espelhos de degraus de escadas, bordos desguarnecidos de aberturas no solo e de plataformas que não possam ter corrimões, bordas horizontais de portas de elevadores que se fecham verticalmente, faixas no piso de entrada de elevadores e plataformas de carregamento, meios-fios, corredores sem saída, Vigas colocadas à baixa altura, cabines, caçambas e “gatos” de pontes-rolantes, guindastes, escavadeiras, empilhadeiras, tratores, vagonetes, reboques, fundos de letreiros e avisos de advertência, bandeiras como sinal de advertência (combinado ao preto), perigo, trânsito de empilhadeiras, pilastras, vigas, postes, colunas e partes salientes da estrutura e equipamentos em que se possa esbarrar, cavaletes, porteiras e lanças de cancela, comandos e equipamentos suspensos que ofereçam riscos, pára-choques para veículos de transporte pesados, com listras pretas..

Branco

Usado em passarelas e corredores de circulação por meio de faixas (localização e largura), direção e circulação por meio de sinais, localização e coletores de resíduos, localização de bebedouros, áreas em torno dos equipamentos de socorro de urgência, de combate a incêndio ou outros equipamentos de emergência, área destinadas à armazenagem, zonas de segurança.

Preto

Empregado para indicar as canalizações de inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade (ex....: óleo lubrificante, asfalto, óleo combustível, alcatrão, piche, etc. Poderá ser utilizado em substituição ao branco, ou combinado a este quando condições especiais o exigirem.

Azul

Utilizado em “Cuidado!”, ficando o seu emprego limitado a avisos contra o uso e movimentação de equipamentos, que deverão permanecer fora de serviço. Empregados em barreiras e bandeirolas de advertência a serem localizadas nos pontos de comandos de partida, ou fontes de energia dos equipamentos. Chama a atenção para equipamento fora de Serviço.

Sua utilização também é devida em canalizações de ar comprimido, prevenção contra movimento acidental de qualquer equipamento em manutenção e avisos colocados no ponto de arranque ou fontes de potência.

Verde

Utilizado para sinalizar canalização de água, caixas de equipamentos de socorro de urgência, caixas contendo máscaras contra gases, chuveiros de segurança, macas, fontes lava-olhos, quadros de segurança, porta de entrada de salas de curativo de urgência, localização de EPI, caixa contendo EPI, em emblemas de segurança, dispositivos de segurança e mangueiras de oxigênio (solda oxiacetilênica).

Laranja

Utilizado para tubulações contendo ácidos, partes móveis de máquinas e equipamentos, partes internas das guardas das máquinas que possam ser removidas ou abertas, faces internas de caixas protetoras de dispositivos elétricos, faces externas de polias e engrenagens, botões de arranque de segurança, dispositivos de cortes, bordas de serras, prensas.

Púrpura

Aplicado em áreas onde possa ocorrer perigo de radiações eletromagnéticas penetrantes provenientes de partículas nucleares, portas ou aberturas de acesso a áreas com radiatividade, locais onde tenham sido enterrados materiais radiativos, recipientes de materiais radiativos ou de refugos de materiais e equipamentos contaminados, sinais luminosos para indicar equipamentos produtores de radiações eletromagnéticas penetrantes e partículas nucleares.

Lilás

O lilás deverá ser usado para indicar canalizações que contenham álcalis (bases), por exemplo, o NaOH. As refinarias de petróleo poderão utilizar o lilás para a identificação de lubrificantes.

Cinza Claro

Usado para identificar canalizações em vácuo.

Cinza Escuro

Usado para identificar eletrodutos.

Alumínio

Será utilizado em canalizações contendo gases liqüefeitos, infla-máveis e combustíveis de baixa viscosidade, por exemplo, óleo diesel, gasolina, querosene, óleo lubrificante etc.

Marrom

Pode ser adotado a critério da empresa, para identificar qualquer fluído não identificável pelas demais cores.

Lar das Tintas - LTDA - Copyright ® 2006.
Rua Uranos 1097 / 1098 - Ramos - RJ
2290-1596 - 2270-0290
http://www.lardastintas.com.br
Valid XHTML Strict 1.0
Valid CSS 2
Valid Section 508